pub-4556602817206729
 
  • Revista Alagoana

Assine o abaixo assinado online para registro do Guerreiro Alagoano em Patrimônio Cultural do Brasil


Iniciativa é do Fórum Permanente da Cultura Popular e Artesanato Alagoano.



O FOCUARTE inicia nesta quinta-feira (08), a 3ª etapa da campanha em defesa da salvaguarda do Auto dos Guerreiros com a coleta de assinaturas online. Desde Fevereiro deste ano, o Fórum já coletou mais de 500 assinaturas em atividades presenciais, sensibilizando a comunidade cultural e convidando o povo alagoano para mobilização do pedido de registro junto à superintendência do Iphan em Alagoas.


O Auto, que é genuinamente alagoano, recebeu do Governo de Alagoas, em 2019, o título de Patrimônio Imaterial, graças aos esforços da Profª e pesquisadora Josefina Maria Medeiros de Novaes que fez a solicitação em 2016. Agora com a unidade das manifestações culturais pelo FOCUARTE, seus agentes lutam pelo registro em nível nacional, acreditando que isso consolida de forma decisiva a proteção dos atuais grupos e o fomento de novos em território brasileiro.


Atualmente 15 grupos estão ativos em Alagoas e a sua maioria vêm sendo acompanhada pelo Fórum, que ajuda na contratação de apresentações e na declaração dos mestres em Patrimônio Vivo Municipal através do PL que está sendo implantado nos municípios, com o esforço do FOCUARTE. Além destes, 05 grupos estão em atividade no Juazeiro do Norte-CE e outros nos estados vizinhos de Pernambuco e em Sergipe.


Para assinar e participar da campanha basta acessar o link: https://forms.gle/5DmadHA2QYjjQTPd6 /


Outras informações poderão ser vistas nas redes sociais do Fórum ou através do e-mail: focuarte@gmail.com


Saiba Mais!


O Guerreiro é um grupo de dançadores e cantadores semelhante ao reisado, mas com maior número de figurantes e episódios, maior riqueza nos trajes e enfeites e maior beleza nas músicas. É um folguedo natalino surgido em Alagoas entre os anos de 1927 e 1929, sendo o resultado da fusão de reisados alagoanos, da chegança, dos pastoris e do auto das caboclinhas.


Rico em cores e enredo, é o folguedo mais frequente nas festas populares, possuindo vários personagens como rei, rainha, mestre, contra-mestre, dois embaixadores, general, lira, índio Peri e seus vassalos, dois mateus, dois palhaços, às vezes uma catirina, a sereia, a estrela de ouro, a estrela brilhante, a estrela republicana, a banda da lua e as figuras ou "figural".



Os trajes são multicoloridos, imitação dos antigos trajes nobres, adaptados ao gosto e às possibilidades econômicas. Usam fitas, espelhos, contas de aljôfar, enfeites de árvore de natal nos chapéus, que aparecem em forma de igrejas, palácios e catedrais, diademas, coroas, guarda-peitos, calções e mantos.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
pub-4556602817206729